3º Ofício de Notas e Protesto de Títulos de Brasília

Procuração Pública

Sempre que você não puder comparecer a um ato ou negócio, você pode outorgar procuração para alguém representá-lo. As empresas também podem indicar os seus administradores e fixar os poderes para os negócios. Um caminho legal simples, ágil e econômico.


Passo a passo:

  1. Preencha o formulário com os dados pessoais. Indique a finalidade e outros poderes expressos e especiais que eventualmente deseja.
  2. Envie seus documentos pessoais e documento do objeto no botão ” Escolher Ficheiro”. Após a remessa deles, iremos analisar e entraremos em contato.

O que é procuração?

A procuração é o documento no qual uma pessoal autoriza outra a praticar atos em seu nome.

Para que serve?

A procuração serve para uma pessoa delegar poderes para uma ou mais pessoas agirem em seu nome. Pode ser por prazo indeterminado ou com prazo fixado no ato.

Quem deve comparecer?

Basta a presença da pessoa que vai delegar os poderes, isto é, o mandante. Sempre que possível, o procurador ou mandatário, a pessoa que recebe os poderes, deve comparecer, pois assim já assina a procuração, aceitando-a.


Procuração em causa própria

A procuração em causa própria configura um contrato preliminar e irrevogável de transmissão de direitos sobre bens móveis ou imóveis, que permite ao mandatário transferir o bem para si. Na prática, a procuração em causa própria sempre versa sobre direito imobiliário, contendo a quitação do preço e a transmissão da posse e direitos.

Renúncia: O procurador renuncia aos poderes outorgados pelo mandante. Enquanto o procurador renunciante não notificar o mandante sobre a renúncia, ela não produzirá efeitos perante este.
Revogação: O mandante revoga, parcial ou totalmente, os poderes outorgados ao procurador. O mandante revocante deve notificar o procurador sobre a revogação feita. Enquanto tal não ocorrer, reputam-se válidos os atos realizados.
Substabelecimento: O procurador cede, parcial ou totalmente, os poderes de representação para outra pessoa.

Faça seu pedido:


SimNão



Documentos necessários

Pessoa Física: o interessado em nomear um procurador deverá apresentar seus documentos pessoais originais (RG e CPF, CNH, Passaporte, Nova carteira de trabalho (Não aceitamos a antiga que não contém impressão digital) e certidão de casamento).

Os dados pessoais do procurador (nome, RG, CPF, estado civil, profissão e endereço) devem ser informados, sendo recomendável que sejam apresentadas cópias dos documentos para conferência.

Pessoa Juridica: Estatuto, Ata de Nomeação CNPJ (podendo ser tirado pela internet), Certidão Simplificada, CPF e RG do(s) Representante(s)

Quando se tratar de venda de bens móveis ou imóveis, deverá esta explícito nos poderes que compete ao Presidente ou representante legal, caso contrario será exigido Ata específica autorizando tal negociação.

Tabelionato J. Carvalho - 3º Ofício de Notas e Protesto de Títulos de Brasília
Shopping Center Venâncio 2000,1º andar, Loja 140-D
Atendimento de 2ª à 6ª feira, das 09:00h às 17:00h.
tabjcar@3oficiobsb.com.br | (61)3321-2212 (PABX)